Anúncios

Alheio a tudo que acontece em torno da COPA-14 (além dos eventos e gastos que vão direto para o bolso dos poderosos) Sepp Blatter concedeu uma entrevista neste fim de semana, falando sobre abertura da Copa, Seleção Brasileira e mencionou Ricardo Teixeira.

 

De acordo com a matéria divulgada no Globoesporte.com ele foi questionado sobre as críticas que Teixeira vem recebendo. Em resposta teria apenas dito  que Ricardo Teixeira tem boas relações com o ex-presidente Lula e que ele é o candidato de João Havelange para 2015 (na FIFA).

Em outro trecho da entrevista, Blatter diz:

– Vamos dizer desta forma: era mais fácil para CBF trabalhar com Lula que agora com Dilma. Só direi isso. Ela teria tomado um distanciamento por conta dos problemas de popularidade de Ricardo Teixeira? Ah sim, ele é impopular no Brasil (risos)?

Sr. Blatter, desconhece (ou ignora) a impopularidade de seu comparsa, ou ambos tem o mesmo prestígio pelo Mundo. Detendo o poder e fingindo estar alheio a opinião pública. Continuando a arrecadar dinheiro através da paixão das pessoas, o futebol.

Quanto a resposta para a pergunta dele : “ele é impopular no Brasil (risos)?” – Podemos dizer que sim. 

 

 

Está mais do que comprovado que não são poucas as pessoas que insistentemente pedem a saída de Ricardo Teixeira do comando da CBF. E neste domingo tivemos a prova que todas as torcidas estão se unindo de maneira inédita pelo bem do futebol nacional. Para dar um basta em Ricardo Teixeira.

 

Continue lendo »

Saiu neste domingo na “Folha de S. Paulo” que a Polícia Civil do DF teria provas do superfaturamento no amistoso Brasil X Portugal de 2008. Na matéria, a Folha diz que a partida custou R$ 9 milhões pagos pelo governo do DF, através do “idoneo” José Roberto Arruda para a agência de marketing esportivo “Alianto Marketing”, do proprietário Sandro Rosell, amigo pessoal de Ricardo Teixeira.

 

A Alianto teria sido contratada sem licitação e registrado pagamentos superfaturados em transporte e hospedagem para a organização da partida.

Fonte: Diário O Lance

 

 

 

 

Aos poucos, as coisas contra R. Teixeira vão surgindo. Esperamos que isso seja realmente bastante investigado e que faça parte da CPI do Futebol, que DEVE ser reaberta.

Fica a nossa torcida e pressão para que essas denúncias não saiam apenas nos veículos online e sejam sempre lembradas por todos. Queremos tudo investigado na CPI do futebol e Ricardo Teixeira (pelo menos) fora da CBF.

Continuaremos com os protestos na internet e nas ruas: #foraricardoteixeira – aguardem novos atos.

 

 

De acordo com Matéria divulgada no diário O LANCE, presidentes das diversas federações de futebol do país estão em alerta e ao mesmo tempo abismados com a possível sucessão de Ricardo Teixeira.

Há rumores de que Ricardo Teixeira poderia colocar sua filha, Joana Havelange, em 2015 para concorrer a presidência da CBF. Outro possível sucessor é Andrés Sanchez, e isso explica o motivo pelo qual o Corintiano saiu em defesa de RT recentemente.

Esperamos e lutamos para que não seja necessário chegarmos a 2015 com Ricardo Teixeira no poder. Acreditamos que antes da Copa RT deve sair da presidência e esperamos que os presidente de federações se manifestem o quanto antes caia Ricardo Teixeira.

E pra vocês, quem poderia ser sucessor de Ricardo Teixeira ?

 

 

 

O Jornal Francês “Le Monde”, divulgou hoje em sua versão online, uma matéria falando sobre os protestos que aqui no Brasil tem sido feito para derrubar Ricardo Teixeira. Veja a Matéria Aqui (em francês)

Na matéria, o enfoque principal é a suspeita de corrupção na partida Brasil x Portugal, aquela mesma que a GLOBO mostrou em seu jornal principal. 

Além disso, o site ainda dá um panorama da situação de Teixeira e outros escândalos do cartola.

Pois é Sr. Teixeira. Para quem só temia a Rede Globo e seu jornal nacional… agora o Mundo começa a falar de suas picaretagens e esquemas. Abre teu olho que o fim está próximo.

Após protestos na Paulista e matéria da Rede Globo sobre o suposto caso de corrupção na partida Brasil X Portugal, o atual presidente do Timão e possível cotado a sucessor na CBF, Andrés Sanchez, saiu em defesa ao seu novo “chefe” e acha exagerada as desaprovações e manifestações contra o presidente da entidade.

Muito curioso e creio que até mesmo os mais fanáticos corintianos vão entender, é essa cega aliança e  defesa que Andrés faz a Rede Globo (Meses atrás ele disse que é ”amigo da Globo, mesmo sendo gangster”) e Ricardo Teixeira.

O mais ironico, antes de tudo, é lembrar o que aconteceu no Corinthians há 5 anos atrás, que desencadeou em um título brasileiro e uma queda para a Série B:

Uma outra aliança política que Andrés Sanchez participou (com Kia Joorabchian e MSI) que levou o Coringão para páginas dos cadernos policiais. Nessa época, Andrés era coligado ao presidente Alberto Dualib e muitos membros da diretoria corintiana (incluindo o presidente foram indiciados), misteriosamente a corda apertou e Andrés virou oposição.

Em recente matéria da Revista Istoé, Sanchez foi apontado como dono de empresas fantasmas e possivelmente envolvido em negócios ilicitos.

Ao ler essa matéria você pode notar que a trajetória de Sanchez foi baseada no puxa saquismo. Ou pode dizer: alianças.

Era um dos fundadores de torcida organizada e graças a proximidade com o ex-presidente Alberto Dualib, trabalhou no clube. Ascendeu no cargo, graças a negociação com a MSI – Kia e Berezovsky (ambos procurados pela Interpol),  e quando a corda estorou pulou fora e mudou de lado, fazendo oposição a Dualib.

Eleito presidente do Corinthians, tem tratado o (declarado) desafeto da CBF – o São Paulo Futebol Clube – com desprezo, desrespeito e falta de coleguismo e assim conquistando a simpatia de Ricardo Teixeira.

Essas atitudes e o bom relacionamento com Teixeira, levaram Andrés a ser o chefe da delegação da Seleção Brasileira na fracassada campanha da copa de 2010. E consequentemente a ser eleito um dos apoiadores no comitê organizador da Copa-14. E apontado como o possível sucessor de Teixeira no comando da CBF em 2015.

Ou seja, é compreensivel que um sujeito com o histórico de Andrés Sanchez, que sempre se aproveitou de bons relacionamentos para subir de cargos e postos, saia em defesa do seu novo patrão, afinal de contas: ele tem interesse em ver Teixeira bem e por cima.

%d blogueiros gostam disto: